Quando falamos numa prosperidade segunda a ótica de Deus, estamos nos referindo a uma prosperidade abençoada.

Existem pessoas que possuem muitos bens e são consideradas prósperas, dentro de um sistema de avaliação de prosperidade, pela quantidade de bens que têm, porém essa prosperidade não é acompanhada da benção de Deus e não nasce de um bem estar da alma; então, essas pessoas são prósperas pelo padrão do mundo mas não são abençoadas, pois não estão dentro do padrão de Deus.

Jesus conta a parábola de um homem muito rico mas que era insensato, não era próspero de alma. (Lc12:13 – 21). O homem era muito aplicado no que fazia, conseqüentemente, muito produtivo em construir, em plantar, em ordenar as coisas, por isso seus bens se multiplicaram, e agora ele precisava construir mais armazéns. O grande defeito desse homem era não zelar pela sua alma e julgar que ela se alimentaria e teria prazer nos bens materiais ao ponto de dizer consigo mesmo: “ …Alma, tens em depósito muitos bens para muitos anos. Descansa, come, bebe e folga.” (Lc 12:19). Porém, o julgamento divino veio sobre ele com a seguinte sentença: Você é louco (possui uma alma desequilibrada). Deus chama de louco todos que ajuntam riquezas para si mesmos mas não se interessam em serem ricos no relacionamento com Deus; pois ter coisas e não estar de bem com Deus é verdadeira insensatez e ruína para alma.

Quando conhecemos a prosperidade de Deus passamos a viver abençoados com essa prosperidade . “ Benção do Senhor traz riqueza; e não inclui dor alguma”. Pv.10.22 (…)

Ser próspero segundo o planejamento de Deus é muito mais do que semear sementes financeiras no seu Reino; é abraçar um estilo de Vida e praticar uma devoção sincera e contínua a Deus. As sementes financeiras fazem parte desse contexto e precisam ser semeadas por pessoas em devoção e comportamento pautado pelos princípios da palavra de Deus. Dessa forma haverá plena e total prosperidade e o desejo do apóstolo João sobre a vida de Gaio torna-se uma realidade concreta sobre todos os crentes: ” …desejo que te vá bem em todas as coisas, e que tenhas saúde, assim como bem vai a tua alma.” (III João 2)

 

Joel Stevanatto e Edson Teixeira. A prosperidade dos Homens de Orelhas Furadas,2 ed.Santa Bárbara d’Oeste,SP. Socep, 2003 .p.12

 

About these ads