Um povo vitorioso

Tags

, ,

Há esperanças e esperanças. A que vive neste poema de Pablo Neruda. É a  alta e exigente esperança da vida e da felicidade dos povos, o desejo nunca satisfeito de viver numa realidade de justiça , de amor, de vida compartilhada, de fraternidade real.

Está meu coração nesta luta
meu povo vencerá, todos os povos
vencerão um a um. Estas dores
exprimir-se-ão como lenços até
espremer tantas lágrimas vertidas
em socavões do deserto, em tumbas,
em  escalões do martírio humano.

 
Mas está próximo o tempo vitorioso,
que sirva o ódio para que não tremam
as mãos do castigo. Que a hora
cheque em seu horário, no instante puro
eo povo encha as suas  ruas vazias
com suas frescas e firmes dimensões.

 
Aqui está minha ternura para então.
A conheceis: não tenho  outra bandeira.

Pablo Neruda