O primeiro método de uma teoria crítica exata é fazer parecerem ridículas, de imediato, todas as demais. (…) além disso, uma teoria concebida com a finalidade de se tornar geral deve evitar aparecer como visivelmente falsa; logo, não se deve expor ao riso de ser desmentida pela sequëncia dos fatos. Mas também é preciso que seja uma teoria perfeitamente inadimissível. Que ela possa declarar mau, diante da estupefação indignada de todos que o acham bom, o próprio âmago do mundo existente, do qual ela descobriu a natureza exata. A teoria do espetaculo satisfaz a essas exigências.

Guy Debord

Vivemos numa sociedade pragmática; ávida pelo consumo, pelo espetáculo, inclusive, pela religiosidade. Paciência!

Anúncios