Tags

Época: Num mundo regido pela ciência, a visão reducionista de Deus pode ser contagiante. Seus estudos nas mais variadas religiões constituíram uma maneira de encontrar Deus. Onde podemos encontrar Deus nos dias de hoje, afinal?

Karen Armstrong: Há um Deus comum às três grandes religiões monoteístas, que surgiram na era que chamo “axial”. Foi então que os grandes filósofos, também teólogos, chegaram à ideia de Deus. Deus está no ar, nos pássaros, nas plantas. Deus está em você neste instante. Ele não existe dessa forma, não é o sujeito barbudo das representações pictóricas. Deus é o símbolo da transcendência, uma necessidade humana de alcançar o inexplicável. Nesse aspecto, religião e arte são atividades parecidas. Ambas tentam explicar de forma não racional o que não pode ser explicado, como a mortalidade, a injustiça e a dureza da vida. Parece algo simples, mas alcançar Deus requer disciplina e desprendimento. Não combina com a era tecnológica. Mas Deus pode retornar, pois uma revolução espiritual terá de acontecer. As religiões podem ajudar nessa mudança.

Acesse o link original aqui

Anúncios