Uma vida cheia de turbulência e barulho pode parecer para quem a vive, sábia e louvável; Mas a sabedoria é uma pérola mais facilmente encontrada em águas tranquilas.

( William Cowper, poeta cristão)

A autoanálise é salutar. Nesse sentido ouso afirmar que uma boa metáfora para  vida cuidada é prestar contas a alguém – sem dúvida é um ato inestimável.  Se por alguma razão sua vida não é a vida que deseja, sente-se à beira do afundamento. Ou seja, não suporta o peso dos evntos e das das tensoes colocadas sobre você. A toda hora a experiencia interna determinam a qualidade da sua vida. Então, chegou a hora de desfazer alguns enganos. É preciso mudar, ou na melhor das hipóteses compreender claramente o valor da integridade. Do envolvimento com os outros.  Sim,  precisamos uns dos outros. É essencial manter laços de amizade e  “prestar contas” da nossa vida. Afinal,  temos momentos de pontos cegos e enganos os quais não convém cita-los agora. Em virtude do ar de censura intencionalmente ou que muito provavelmente surgirá aqui ou acolá.  Seria embaraçoso se, de fato  isso ocorresse. Enquanto escrevo essas palavras parece a ideia de que está tudo bem,  quando na verdade nem tudo está bem. Aliás,  sob esse ponto de vista, os maiores lideres e escritores da bíblia tiveram suas crises e  eram homens falhos!  Não  obstante,  não é  minha intenção impressionar ninguém. A exemplo disso, cito o apóstolo Paulo. “De boa vontade, pois,  mais me gloriarei nas fraquezas” (2 Co 12. 9).

A vida é complexa, disso todos sabem. É inegável que há temores indesejados em todos nós. Há perturbações pessoais,  conflitos internos,  uma “certa”desordem na vida que impede um caminhar mais leve e em paz.  Assim, para caminharmos nesse processo saudável, uma vez que essa compreensão dos mistérios que envolve a vida vem à  tona, frequentemente releio Eclesiastes 4. 9-12.  Um texto que me traz conforto por ter pessoas a meu lado num incidente qualquer. “Amigos é pra essas coisas, não é? ” O quanto esse amigo foi importante nas horas difíceis! Entender o cuidado de Deus através de “amigos mais chegados que um irmão.” Reproduzo a seguir a declaração de  Paulo aos Coríntios  “temos, porém, este tesouro em vaso de barro”.  Este tesouro do qual declara é a promessa de uma nova aliança,  é o Evangelho (a Boa Nova) de Jesus a todos os homens. Esqueçam o mérito,  não há mérito,  somente Graça. Somos imperfeitos. Estamos em construção, aprendendo e renovando aqui e ali… Há em todos nós inclinações à carne, (maldade,  a nossa natureza terrena  precisa morrer Cl 3.1)  é inerente, volúvel à carne e ao pecado que tão de perto nos assedia. Por essa razão  não podemos deixar de considerar esses fatores, especialmente, de prestar contas a alguém sobre nosso comportamento,  sobretudo de um tempo a sós diante do Senhor.  Sinceramente não conheço algo tão eficaz que eleve a pureza do coração. Essa prática cristã deve estar em alta prioridade.

“Todo momento de claridade e escuridão é um milagre” ( Walt Whitman)

Então,  resumindo,  quero concientiza-lo da condição em que se encontra. Há uma vida maravilhosa e cheia de surprezas a ser desventada. A vida não precisa ser perfeita,  apenas reinventada para ser bem vivida. Acredito que não  precisamos de um diagnóstico  especialista para comprovarmos que tentar resolver os problemas sozinho é muito mais difícil. Portanto é  preciso coragem para não desistir. Para fortalecer vínculos e  investir nas relações. Ao invés de se apegar ao sofrimento como punição a si mesmo. Se isso for verdade,  o preço  que você paga é muito alto pelo valor da vida. Então,   prefira a coragem de revelar suas dores, de  contar sua história de vida verdadeira;   sem dourar a pílula, sem maquiar a verdade. Talvez seja preciso uma reflexão: Em primeiro lugar, encontre-se! Segundo, encontre o caminho para mudar essa situação. Pergunte-se!  Que tipo de homem eu sou? Estou condenado a representar um personagem, e viver o resto da vida com máscaras? Tenho que passar a vida inteira mentindo a mim mesmo?  Por que criar meu próprio e exclusivo inferno?  Falo isso, baseado em Milton, poeta ingles que expressou a ideia: “A mente é mistério, e na força de seu poder, de inferno, céu pode fazer; e do céu, horrendo inferno.”
Essa é a chave. Os motivos interiores que me levaram , às escondidas de si mesmo. A lutar na obscuridade. Acredito que poucas pessoas têm coragem de responder tais perguntas. Repito. Aproveite a vida!  Sua vida não precisa ser perfeita para vivê-la  intensamente.

Que a graça seja multiplicada

Anúncios